Título: Uma Canção para a Libélula - Parte I
Autor (a) : Juliana Daglio
Editora: Arwen
Nº de Páginas: 180
Compra: Amazon 
Sinopse
"Era uma comum primavera numa fazenda qualquer, mas um encontro inusitado aconteceu: a Menina e a Libélula se viram pela primeira vez. Assombrada por um medo irracional da Morte, a Menina é marcada por esse encontro para o resto de sua vida. Compõe então uma canção em seu piano, homenageando a misteriosa libélula. Os anos se passaram, Vanessa vivia em Londres e tinha a vida cercada por seu iminente sucesso como pianista, porém, algo aconteceu, mudando seu destino: Uma doença, uma viagem e um reencontro. Vanessa precisará encarar fantasmas que sequer lembrava um dia terem assombrado sua vida, tendo de relembrar a morte do irmão e reviver seu conflito com a mãe. E mais importante e mortal, conhecer a grande antagonista de sua vida, a quem chama de Vilã Cinzenta..."

Esse livro foi cedido para booktour pelo blog Biblioteca Lecture

Eu não sei bem o que irá sair dessa resenha, pois eu não sei ainda o que sentir por esse livro. Foram tantas emoções e reconhecimentos que eu não sabia se a dor era minha ou da Vanessa, eu tentarei o máximo passar algo que eu senti e tentar fazer você, leitor, dar uma chance para Libélula.
Já conheço o trabalho da Julina Daglio, li O Lago Negro e a continuação. Não foi meus livros favoritos, mas a história era realmente maravilhosa. Tive nesse mês de Novembro a oportunidade de ler a primeira parte de Uma Canção para a Libélula.Vamos imergir no mundo da Libélula.
"Mas o que seria da vida se não fosse a morte? Como a valorizaríamos se soubéssemos que ela é infinita? E quando essa vida se torna um fardo?"
Vanessa é uma pianista de sucesso e irá começar um grande tour. Quando ela está em seu piano nada importa, é como se eles fossem uma única pessoa, mas Vanessa não se sente bem após o fim das sessões, ter que lidar com patrocinadores, pessoas da alta burguesia e seus sorrisos falsos era para ela a pior sensação. Há 14 anos morando em Londres deixou para trás uma vida no Brasil, essa que ela tenta esquecer ate hoje. Morando com seus tios Lorena e Ted e sua prima Becca ela vive uma vida normal, pelo menos é o que ela pensa. Se ela não está no Brasil tudo fica bem.
Após receber uma ligação de seu pai ela descobre que ele está doente e propõe que ela vá para o Brasil passar algum tempo e assim o que ela mais temia acontece: por amor ao seu pai voltou para o lugar onde todo o seu passado sombrio e doloroso, toda a sua dor e todas as memórias ruins estavam.
Quase todo sua dor e seus problemas têm um nome: Valéria. A mãe de Vanessa que de normal não tem nada, ex-modelo que engravidou de sua filha e depositou toda a culpa nela.Vanessa sentiu toda a dor da rejeição e de o que era não ser amada.
Vanessa leva a culpa, a dor e o desespero dentro de si. A volta para o Brasil foi de descobertas e encontros com a própria dor, isso levou ela a ir se quebrando aos poucos e imergindo em uma depressão. E é disso que o livro vai falar, sobre a depressão.
"Tudo começa assim: uma tristeza aqui, um dia de apatia ali;uma angústia fraca,outra forte. Depois vem a perda de interesses. Resolve-se reconhecer a própria inutilidade . Não há vontade alguma de levantar da cama,e,quando se levanta, não há vontade de voltar.Daí por diante, tudo parece estar perdido.
Parece não ter volta.
Talvez não tenha."
O que é a depressão?
“Distúrbio mental caracterizado por depressão persistente ou perda de interesse em atividades, prejudicando significativamente o dia a dia.”

Vanessa teve um passado doloroso e sombrio o que levou ela a dor, isolamento, a culpa e tristeza. Uma das atitudes que é mostrada é a não-aceitação de ter um problema e negar que está passando por algo, o que é algo bastante comum. Eu digo por mim que só aceitei a minha situação anos depois e queria viver toda a dor.”Mas é algo fácil” te dizem, mas você sabe que não é.
 Ver das outras pessoas olhares de pena, julgamento e risadinhas é uma das piores coisas, a pessoa se sente vulnerável a qualquer situação. É o que nossa protagonista acaba passando e muito mais disso como a relação com a mãe que discute e joga na cara o quanto a odeia.
Simplificando Uma Canção para Libélula – Parte I fala sobre o caminho que leva a uma depressão, um passado que é mais forte que você. É um relato doloroso e triste sobre a dor.
"A vilã cinzenta agora era o ser mais presente de toda a minha existência e eu não mais lutava contra ela.Fui dominada por completo"
O que eu achei desse livro? Como eu disse no início é difícil escolher palavras para definir o que senti, foram uma porção de emoções e de dores. Era como estar na pele da Vanessa. E isso dói, quantas pessoas passam por isso e não tem o apoio de nenhum familiar ou amigo.
Um dos pontos que gostei muito foi a não romantização da depressão. Quantos livros não transformam em algo comum, com falas de estar bipolar ou depressivo? Este não é apenas um momento e vai passar, a depressão ou a bipolaridade pode se estender por anos. E a Juliana Daglio não fez isso, ela tocou no assunto de uma forma que tocava você e mostrava a realidade de sofrer tal transtorno.
Nós conhecemos através de Uma Canção para a Libélula como é doloroso, não só para quem esta passando, mas para os familiares ver alguém cair e não conseguir se levantar, foi algo que doeu em mim. Não uma dor qualquer, mas como uma identificação de “Eu já passei por isso, eu já senti isso”.
O livro é dramático, melancólico, doloroso todas as definições de dor que você tiver no seu dicionário. Eu senti cada frustração, cada resposta que ela recebia da mãe, cada tentativa de acreditar que ela não era louca, tudo. Vanessa, eu senti sua dor e ela se transformou na minha pelas 180 páginas.
Todos os personagens tem sua peculiaridade, seu estilo, sua dor, sua loucura, resumindo são personagens únicos e é o que me chama mais atenção.

Classificação:

Eu, Lia, amei com todas as minhas forças essa primeira parte que foi tocante e realista. Doeu muito, foi intenso e tenso, mas sabe aquele livro mais que necessário para o mundo? Com certeza é esse.Você aprende e entende um pouco sobre a depressão. Mas se você for sensível e tiver algum problema com livros que aborde esse tema e que seja um gatilho NÃO LEIA, ele pode afetar a sua vida ou algum tratamento que você faça por você ter essa sensibilidade. O livro é maravilhoso por abordar tão profundamente esse assunto, mas para algum de vocês pode não ser a melhor leitura.
Sobre a capa, eu achei ela bonita acho que expressou bem o tema. As folhas são amarelas e as letras médias, da muito bem para ler sem matar a visão, são 10 capítulos um pouco longos e cada um tem um título.
Eu me apaixonei por esse livro vou levar ele para minha vida toda, espero ansiosamente pela continuação. Levando em consideração o que falei, espero que leiam e gostem.
Beijos e abraços
Lia 💜

49 Comentários

  1. Ainda não consigo ler nada sobre esse livro sem chorar! Ele é o meu preferido e foi o que mais me marcou! Thalia, adorei sua resenha, e sei que não foi fácil para você ler contando o fato que vc esta passando, mas posso dizer que você falta pouquinho pra voar!!
    Segundo livro logo virá e vc vai amar ainda mais!!

    Nathália Bastos - Biblioteca Lecture

    ResponderExcluir
  2. Oi, Lia.
    Ainda não conhecia esse livro, mas fiquei impressionada por ele ter despertado tantas emoções em você.
    Fiquei com vontade de sentir tudo isso e já anotei a dica!
    É sempre bacana ver que mais autores nacionais estejam se destacando!
    beijos
    Camis - blog Leitora Compulsiva

    ResponderExcluir
  3. Jesus quanta sofrência minha gente hehehehehehe
    Quero ler esse livro, mas tenho um pouco medo, já que muito drama me deprime demais :( Vanessa é uma personagem que sofre muito, mas me pareceu bem escrita...

    ResponderExcluir
  4. Oiii tudo bem?
    Que demais essa resenha menina, eu sou completamente apaixonada pelo trabalho da Juliana e não vejo a oportunidade de ler, quero sofrer que nem você hahahahaha
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Linda sua resenha, flor!
    Esse livro mexe muito com a gente.
    Impossível conter as lágrimas ao conhecer a história da Vanessa.

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem? Tenho este livro há um bom tempo, mas ainda não li ele, porém tua resenha me deu o empurrãozinho que faltava, haha. Com certeza irei ler o livro em breve. Parece ser uma estória emocionante.

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  7. Só a sua resenha já me tocou e tenho certeza que o livro também o fará. Convivi diariamente com duas pessoas que tiveram uma crise profunda de depressão, não é algo que se cure, por isso eu falo crise, porque no momento elas estão bem melhores, apesar de terem seus dias mais "pra baixo". Ler uma história assim é algo que gosto, porque, apesar da dor, é algo que me identifico... Saber que existem pessoas tratando desse assunto e conscientizando as demais através da leitura me deixa bem satisfeita.
    Adorei a dica e sua resenha.

    ResponderExcluir
  8. Olaaaaa
    Não conhecia o liro e acabei de adicionar os dois no meu carrinho, adorei tudo: capa,sinopse, e a sua resenha conta o livro de modo tão verdadeiro que já estou na expectativa para iniciar a leitura.Parabéns.
    Bjus
    Jis Rocha
    Blog Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  9. Eu não conhecia este livro mais depois desse post vou procurar ler ele.

    ResponderExcluir
  10. Oi tudo bem?
    Adoro livros que tragam temas pesados para o enredo e ainda mais quando a autora consegue transmitir diversas emoções para o leitor acredito que faz com que a gente embarque de cabeça na história! Não conhecia o livro e nem a autora mas fiquei curiosa para saber um pouco mais sobre seu trabalho.

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Gente que livro com ar de pesado gosto muito disso quero poder ler

    ResponderExcluir
  12. Oi.
    Parece que esse livro te tocou profundamente, a julgar pela sensibilidade de desabafo em suas palavras, principalmente na parte da depressão, certamente, depois dessa resenha, quero ler a obra.

    ResponderExcluir
  13. Muito interessante, e eu não sabia sobre esse livro, fiquei encantada, sério, vou procurar ele e espero logo poder ler e quem sabe ter a mesma opinião que você, muito obrigada pela linda dica.

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Olá, como vai?

    É perceptível o quanto esse livro te tocou, e suas palavras me tocaram de alguma forma. Nunca li nada da autora, mas já vi algumas opiniões ótimas a respeito de sua escrita. Suas considerações me deixaram bastante entusiasmada a ler a obra. Tenho certeza que este livro será tocante!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Eu não conhecia esse livro e nem a autora, fiquei feliz em conhece-Los. A história parece ser bem envolvente e tenho certeza que vou amar. Parabéns pela resenha. Beijão 😘

    ResponderExcluir
  16. Achei a proposta do livro muuuuuito interessante e adoraria dar uma lida. Não conhecia a autora nem a obra, mas achei a capa (incluindo a escolha da fonte) muito bonita. Gostei bastante da resenha! Boa sorte com o blog :)

    ResponderExcluir
  17. A premissa do livro é bem interessante, o tema é bastante atual e se você diz que lendo sentiu a dor da personagem, com certeza é uma leitura envolvente. Gostei da dica.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  18. Realmente acho importante essa onda de livros sobre esses assuntos, sobre doenças psicológicas . Pois o que muitos acham ser frescura e fase pode ser uma coisa seria. Nós faz perceber se alguém próximo precisa de ajusa ou não. Gostei da resenha, bjos.

    ResponderExcluir
  19. Eu ainda não li, mas sempre vejo ótimos comentários sobre esse livro. Parece ser uma boa leitura, mas eu tenho as minhas dúvidas sobre alguns pontos que poderiam me desagradar. Eu gostei bastante da sua resenha, bem detalhada.

    ResponderExcluir
  20. Adorei a sua resenha! A capa é linda e a premissa muito interessante é o tipo de livro que eu gosto de ler..

    https://florescendolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  21. A sinopse n me atraiu mas a tua resenha... ficou ótima! Adorei as citações, nunca tinha ouvido falar dessa obra e fiquei interessada,o leitor vai meio que entrar na cabeça da protagonista e entender como é um transtorno psicológico!

    ResponderExcluir
  22. Oie, tudo bem?
    Eu já amei a capa, a sua resenha foi tão apaixonada que me interessei pelo livro! Amei o que você disse sobre a não romantização da depressão, pois é algo que vejo muito nos livros que leio! Amei seu post!

    ResponderExcluir
  23. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia a obra e nem a autora, mas com certeza irei procurar mais sobre. Gostei muito da premissa do livro, depressão não é algo levado muito a sério e precisa ser abordada. Sua resenha está linda!

    Bjs
    Blog Tell Me a Book

    ResponderExcluir
  24. Hey!

    Eu não conhecia a obra, particularmente não me atrai pela capa, achei fraca (mas é opinião, né?). Sobre o livro, eu achei muito interessante o tema que ele trata e a forma como ele expressa os sentimentos, pela forma que você eu fiquei bem curiosa para ler por conta da forma que ele te tocou, vou pesquisar sobre.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  25. Resenha maravilhosa, envolvente e encantadora, e claro só mostrou o que o livro é, que por sinal é um livro maravilhoso. Parabéns!

    ResponderExcluir
  26. Ola tudo bom?! A historia parece ser fascinante!! Coitada da Vanessa não deve ser fácil ter que reviver algo que ela não gostava, mas é como eu digo quando nós temos algo mal resolvido no passado, Deus sempre faz a gente voltar lá novamente para resolver e talvez foi o que aconteceu com ela!!! Quero ler esse livro para saber o final.

    -Beijoss

    ResponderExcluir
  27. Olá!
    Já li o livro e também me despertou emoções diversas e intensas.
    A história de Vanessa mexe com a gente e maneira como a autora conduziu a história, é incrível. Foi uma leitura que me agradou bastante.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  28. Olá, tudo bem?
    Eu nunca li nada que falasse sobre depressão e sem sombra de dúvidas esse é um assunto que deve sim ser mais comentado.
    Adorei sua resenha e fiquei muito curiosa com o livro, fico feliz que tenha gostado, beijos.

    ResponderExcluir
  29. Olá, tudo bem?

    Eu já ouvi falar dessa autora e dos nomes dos livros dela, porém não sabia da temática que ela abordava. Lendo sua resenha, pude sentir a dor tanto da personagem, como a sua. E é tão bom, quando pegamos um livro em que certos temas são tratados da forma real. Tratando da forma real, dá um "tapa na cara" da sociedade, que insiste em falar que Depressão/Bipolaridade é "frescura".
    Com certeza anotei essa dica. E espero que em breve, eu possa ler esse livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  30. Ola, eu sempre via essa capa mais nunca me intetessei em saber sobre a historia pois eu achava que era um livro de fantasia. Mais não é e estou surpreendida pois julguei um livro pela capa mais vou mudar isso e anotar a dica pois o livro falar sobre depressão que é uma das doenças mentais que mais acomete pessoas. Dica anotada

    ResponderExcluir
  31. Olá Lia,
    Sempre leio muitos elogios para obras dessa autora, mas nunca parei para ler nenhum livro dela. Acho as premissas tão incríveis, principalmente, porque a autora parece retratar muito bem a depressão e de uma forma diferente e agradável, ainda que seja conturbada. Fiquei muito contente por você ter ficado sem palavras, pois isso retrata muito bem o quão incrível a história é.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  32. Adoro livros que falam desse tema, é algo que me atrai, fico muito curiosa para saber como os autores vão tratar o tema e saber que nessa obra não romantizaram já me deixou muito feliz, depressão é algo real e que precisa ser relatado para que fiquemos atentos. Que bom que você gostou da história, com certeza anotei a dica.

    ResponderExcluir
  33. Olá!
    Não conhecia essa trama, na verdade ainda não li nada do catálogo dessa editora. Mas gosto de leituras com dramas e temas fortes que nos trazem pra reflexão. Espero que um dia tenha oportunidade de ler .
    Dica anotada!

    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  34. Eu não conhecia esse livro ainda e nem a escritora. A história é boa, mas é muito sofrimento, gosto de livros que me façam sonhar ou que sejam muito reais. Gostei muito da tua resenha. Beijos

    ResponderExcluir
  35. Oiie,
    Nossa eu não sei se aguentaria,eu gostei do livro/sinopse eu ainda não tinha conhecido este, se tivesse oportunidade eu iria ler ele sim.

    ResponderExcluir
  36. Menina...fiquei até sem folego de ler a resenha fico imaginando lendo o livro, já quero para ontem essa edição pq fiquei mega curiosa pela história toda.

    ResponderExcluir
  37. Olá, eu tenho vontade de ler Uma canção para libélula desde a época do lançamento da primeira edição. Bom saber que rolou essa identificação e essa ligação com o drama vivido pela personagem, gosto de livros que nos cativam.

    ResponderExcluir
  38. Aiii
    Estou louca para ler um liro da Ju, mas fiquei com um pe atras com esse. Não por ele não ser legal, porque parece ser incrivel. Mas por ser tao doloroso. Eu fico muito fragilizada quando leio :(

    Adorei a resenha!

    http://leelerblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  39. Eu tenho evitado leituras densas como essa. Então, não sei se leria no momento, mas entendo bem a sensação que teve enquanto li é incrível como o livro fisga a gente e nos deixa sem rumo.

    Raíssa Nantes

    ResponderExcluir
  40. Sua resenha foi tão empolgada e elogiosa que não me resta alternativas a não ser ler e torcer apra me envolver com a narrativa como você se envolveu. Também gosto desta capa.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  41. Oi Thalia!!

    Tudo bem? Eu fiquei encantada com a sua resenha! Quando olhei para a capa nem imaginava que o livro poderia ser tão pesado assim, afinal para tratar de depressão em uma obra literária o autor/autora deve ter bastante sensibilidade e pesquisar a fundo.

    É muito bom quando a gente se sente tão tocada e tão envolvida por uma história e apesar de estar numa vibe de narrativas mais leves (acabei de ler váááááários dramas em sequência) vou com certeza anotar a sua dica!

    Beijinhos
    www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  42. Oie!
    É a primeira resenha que leio do livro e fiquei muito curiosa para conferir. Gostei dos temas abordados na trama, e já percebi que será uma leitura bem intensa para mim.
    Uma ótima dica, que vou fazer questão de conferir.
    bjks!
    Histórias sem Fim

    ResponderExcluir
  43. Oie
    que legal a resenha, já ouvi falar muito do livro em outra edição, espero que essa seja um sucesso e atraia muito fãs, o enredo é muito chamativo e diferente, eu mesma quero ler faz tempo e espero conseguir em breve

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  44. Que resenha lindaa! Parece ser uma história muito emocionante e pelo que você mencionou, faz o leitor entrar na pele da personagem. Eu particularmente acho muito interessante quando os autores abordam esses temas pesados sem romantizá-los, pois é sempre importante sabermos mais sobre esses assuntos. Adorei a sua resenha e já vou adicionar esse livro na minha lista, bjss!

    ResponderExcluir
  45. Olá!

    Eu não sabia nada sobre esse livro, nem ao menos tinha visto na internet, mas gostei bastante do que encontrei na sua resenha. Depressão é algo que sempre mexe muito comigo quando leio algo. Acredito que será esse misto de sentimentos que você sentiu. Parabéns pela resenha e eu anotei a dica. :)

    beijos!

    ResponderExcluir
  46. Olá,

    Já ouvi falar na obra, mas não sabia sobre o que iria abordar, gostei bastante dessa premissa, achei muito interessante essa história, quero ler!

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  47. Oi,
    eu acompanho a autora no facebook e sempre tenho visto seus leitores super empolgados com suas obras, soma-se a isto o fato de seus livro serem muito bem falados no meio literário e pronto cá estou eu doida para lê-los a algum tempinho. Acho essa capa lindíssima e tenho muita curiosidade de conhecer melhor essa história que tem conquistado tantos leitores nos últimos anos.

    Abraços!
    Nosso Mundo Literário

    ResponderExcluir
  48. Olá!
    Não conhecia o livro nem a autora, e apesar de sentir que vc gostou mesmo do livro e sua resenha está ótima, acho que não leria por que não estou em um momento de livros com tema mais pesadinhos, sabe? Mas, eu gosto de anotar os nomes, pq no futuro quem sabe? Gostei de saber que não há romantização da depressão!
    Bjs

    ResponderExcluir
  49. Olá,
    Já tinha lido algumas resenhas deste livro e realmente não imaginava que seria tão tocante.
    Eu lembro que quase comprei ele, mas a capa me fez desistir, mas agora acho que quero ler. rs
    Ótima resenha!

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir