Título: Uma canção para a Libélula - Parte 2
Autor (a) : Juliana Daglio
Editora: Arwen
Nº de Páginas: 368
Compra: -------
  
Sinopse:
"Um segredo antigo, uma alma conturbada, uma comprida escada. Valéria agora está de frente com a verdade e com uma velha amiga, a Loucura.
Depois de um final aterrador, Uma Canção para a Libélula - parte I, deixou leitores ansiosos pela sua continuação. A história da jovem pianista Vanessa, e sua luta contra a Vilã Cinzenta, conquistou corações pelo Brasil inteiro e agora tem seu desfecho. A Menina que se encontrou com a Libélula viveu um sofrimento extremo, mergulhando em sua alma obscura para nos contar sua história.
Dentro de um casulo escuro os segredos permeiam, envenenando toda a existência dessa família marcada por uma morte precoce. Diante das rachaduras há uma descoberta incrível: asas de diamante, um voo alto em meio às nuvens de um entardecer cor de algodão doce, e o encontro mais importante de uma existência.
Seja forte agora, mas não contenha suas lágrimas. Ouça a Canção até o final."
Esse livro foi cedido para booktour pelo blog Biblioteca Lecture

Uma Canção para Libélula - Parte II continua com a história de Vanessa e sua luta contra a depressão. Se quiser saber mais detalhes sobre o 1º livro é só clicar aqui.
Na parte I, Vanessa é uma pianista de sucesso em Londres, mora com os tios e a prima e vive sua vida bem naquele lugar. Até que acontecimentos a levam a voltar para o Brasil, seu país de origem.
Para Vanessa colocar os pés novamente no Brasil trás dores, rancores e sofrimentos do passado, mas ela acaba indo, pois o amor que sente pelo pai é maior. Na sua estadia ela vai passar por momentos que nunca pensou que existiriam, descobertas que ela jamais pensaria e dores mais fortes. O livro gira em torno do caminho da depressão até a tentativa de suicídio.

Em Uma Canção para Libélula - Parte II se inicia a leitura na fala de Valéria, mãe de Vanessa, uma alcoólatra que não bate bem das ideias, ela tem atitudes diferentes nessa segunda parte e o que ela esconde? E por que esse sentimento pela filha?
É apresentado após o fatídico acontecimento com Vanessa. Após passar dias internadas na ala psiquiátrica ela volta para casa e começa um novo tratamento para depressão, recomeçando tudo de novo. Um caminho que ela tem certeza que não será fácil e requer muito apoio, daí surge o apoio de alguém que ela não imaginava que teria.
Nathan é um cardiologista que veio para o Brasil para iniciar uma pesquisa com outro médico. Esse que era amigo e médico de Marcos, pai de Vanessa. Nathan será a pessoa que ajudará Vanessa a melhorar e encontrar seu ponto de equilíbrio, obviamente não é algo fácil e rápido, é trabalhoso. Dessa ajuda surge uma amizade forte. Entretanto, Nathan guarda segredos do seu passado que machucam e que não são revelados como Vanessa quer, ela quer saber com quem está lidando, porém a negação de Nathan é mais forte.
De uma amizade vem o romance e disso muitas coisas serão reveladas.
Na verdade antes disso vem revelações que irão abalar não apenas Vanessa, mas sua família. Claro que a mais afetada é ela por estar em tratamento, e conseguir seguir em frente não é fácil.
Basicamente a história desse livro envolve a superação de Vanessa no mundo da depressão.
O que Nathan esconde? O que Valéria tem tanto medo? O que Vanessa vai descobrir? Você encontra as respostas nesse livro.
 "Você tem que reparar bem, tanto na vida quanto na estrada, olhar mais um pouquinho, pois sempre há de ter uma árvore roxa no meio da vegetação."
Quem leu a resenha de Uma Canção para Libélula - Parte I sabe como fiquei apaixonada, encantada e como me identifiquei com a história. Mas não foi bem assim com esse livro, Uma Canção para Libélula - Parte II foi uma grande decepção e uma dolorosa leitura e os vastos sentimentos que senti abalaram todas as minhas estruturas emocionais e isso de um lado negativo. MUITO NEGATIVO.
Antes de tudo eu não sou psicóloga e não trabalho nessa área tenho um conhecimento a partir do que li e o que passei.

Já nas primeiras páginas encontrei gatilhos. Palavras, pensamentos, ideias e falas que pode afetar muitas pessoas em tratamento e que me afetaram, foi um incômodo tão grande que eu tive que parar várias vezes para poder respirar e pensar "eu não sou assim, isso não vai acontecer", pois cada palavra mexia com meus sentimentos e era como um início de recaída. Uma das frases citadas foi "Você sabe que depressão não tem cura, não sabe?" PARA QUE ESSA FRASE AQUI?! Ela não tinha necessidade, eu não quero ler ou ouvir isso porque eu sei que a PORRA da minha doença NÃO TEM CURA! Quando eu li senti um aperto enorme no meu coração. Dos 5 anos que faço tratamento, das 4 psicólogas e de um psiquiatra eu NUNCA ouvi essa frase sair da boca deles. N-U-N-C-A.
Não sei se entendem minha relação a isso, mas isso pode machucar como me machucou. Tem sim a continuação dessa frase "Mas vejo que você assumiu o controle dela com muita garra. Pode haver recaídas, você tem que estar preparada para elas, vai ser um trabalho para vida toda..."Ok. Ela dá uma conclusão para a frase, mas também um problema para cuidar por toda a vida. Sabe aquela ideia de que a primeira impressão é a que fica? Comigo foi a primeira palavra que ficou e machucou demais, foi como pegar meu coração e despedaçar.

O livro tem um foco voltado à depressão, porém surge um romance entre Vanessa e Nathan e depois disso senti que a história voltou o foco neles, no romance. Não perdeu o sentindo total da história, mas tinha esse relacionamento entre os dois que levou as dúvidas, perguntas, vai e vem e segredos. O ponto principal é: o amor cura? Amar alguém vai curar? Uma pessoa pode curar seu coração? Na minha visão, não. Um amor não cura, ele pode auxiliar, mas nunca vai curar nunca vai ser o ponto Y da sua transformação, amar não significa cura, AMAR é um sentimento que desenvolve primeiro em si, se ame antes de amar outra pessoa, seja o amor da sua vida e depois o amor de alguém. O que aconteceu com Uma Canção para Libélula foi até onde esse amor foi e o que aconteceu do meio para o fim O AMOR foi muito enfatizado, mas ele não cura vindo de outra pessoa e sim quando você se ama é que você vai ver que as outras pessoas podem te ajudar.

Alguns personagens me incomodaram bastante. No primeiro livro eu senti uma aproximação com vários personagens, nesse por se tratar de algo mais a fundo eu senti muita raiva. Valéria, uma mãe desnaturada, alcoólatra que surta e do nada depois da tentativa de Vanessa "acorda" e ficava tentando uma aproximação com a filha. Mas quem realmente me surpreendeu foi Rebecca, prima de Vanessa, percebi que todos os comentários voltados para a depressão tinham um horror, um desgosto e me lembrou que já tinha ouvido isso várias vezes, especialmente quando ela joga que ela se esconde usando a depressão, guarda rancor sem motivos e que era hipócrita eu me senti pequena e ao contrário da personagem que se sentiu forte e que ia atrás de quem ama, eu fui andando para trás, inútil e pequena e simplesmente queria sumir. Para que alguém falar isso? Não ajuda, você vai caindo e caindo.

Nunca tive problemas com metáforas em livros, mas há uma saturação delas. Não era nada que não dava para entender, porém chegou um nível que cansava continuar a leitura.
Metáforas sempre dão aquele ar de frases bem elaboradas que faz você pensar. Entretanto chegou há um limite que dava preguiça de entender cada coisa, de questionar, então eu só lia sem parar para entender aquelas ideias.

Marketing. O livro é dividido em duas partes: I com 180 e o II 368 páginas. Do primeiro para o segundo é quase o dobro das páginas, quando o livro chegou eu fiquei surpresa com o tamanho dele, era uma diferença enorme. Daria muito bem para juntar em apenas um livro, mas como teve essa divisão eu vi mais um marketing para comprar o 1° e te deixar curiosa para saber o que acontece com o próximo livro. Apenas um livro seria necessário para contar toda a história, não sei se foi a partir da editora ou da autora a ideia da divisão, mas que foi desnecessária foi.
"Não havia saída para mim. Ou eu aceitava o tratamento,ou seria ainda castigada pela culpa ter infringido tal sofrimento a meu pai."
Esses foram os pontos que me incomodaram e que eu não gostei. Claro que tem pontos positivos no livro, sempre tento encontrar algo de bom nas leituras mesmo com aqueles que não me agradaram.

Mesmo que o romance tenha atrapalhado um pouco da história, o livro realmente irá descrever uma história sobre depressão, as recaídas e as superações. As partes motivadoras e que ensinam você a seguir em frente mesmo com tanta coisa acontecendo a seu redor e a resiliência são algo de extrema importância para o tratamento.

O que mais move o livro e que dá sentido ainda mais a ele são os segredos dos personagens. Você acaba ansiando saber os segredos de cada um que, por sinal, são muito bem contados e bem descritivos sem tantos exageros, mas com o essencial. Segredos que são ditos como se fossem uma história contada por qualquer pessoa.

Uma surpresa para mim foi Nathan, que foi alguém que não imaginava que ia ter importância nesse livro. Ele conseguiu me surpreender em vários aspectos, pensava que ele era tapado e pelo contrário, ele tinha uma inteligência hard, não desistiu em ajudar Vanessa mesmo ela andando para trás, foi uma pessoal de grande importância para o livro. E mostrou que a ajuda pode vir do inevitável, da pessoa que você menos imaginar.
A escrita da autora é fluida, você sente vontade de ler e não é pesada e chata, você sente a vontade de ler cada palavra sem se cansar, mesmo que para mim tenha sido difícil ler, a escrita da autora é de fácil entendimento.

Classificação: 

2,5

Bom, sobre as capas eu acho elas bonitas representa um pouco sobre o livro e as cores também, a diagramação é composta por libélulas em todas as páginas o que eu achei muito bonito, as páginas são amarelas e as letras são de um tamanho que não dificulta a leitura. Encontrei erros, creio que de impressão, algumas palavras estavam faltando algumas letras.
Bom, eu queria dizer que recomendo o livro, mas não. Infelizmente eu não recomendo essa continuação pelos motivos citados na resenha, mas se quiser ler boa sorte, vai precisar.
Saiu a algum tempo a versão em ebook na amazon com os os dois livros em um, pelo que li tem cenas extras de Nathan, vou deixar o link para quem quiser conferir.
Uma Canção para a Libélula - Volume Único 
Beijos e abraços
Lia 💜

Título: Contos de Will & Richard Parte 1 - Antes
 Autor (a) : Gaby Fraga
 Editora: Senhor da Lenda
Nº de Páginas: 31
 Compra: Amazon
Sinopse 
"O príncipe Richard cresceu no castelo, tendo tudo o que podia desejar, menos uma única coisa: conhecer a vila além dos muros e aqueles que um dia seriam seus súditos.
Quando finalmente consegue, conhece o ferreiro Will, que lhe mostra um pouco de como é a vida dos plebeus e se torna um grande amigo... E mais que um amigo.
Mas com Richard sendo príncipe e Will um ferreiro, as convenções sociais se colocam no caminho de seus sentimentos. Richard estava disposto a tentar, e a convencer William a tentar com ele."

Título: Perfume de Fogo
 Autor (a) : Thais Lopes
 Editora: Senhor da lenda  
Nº de Páginas: 179
 Compra: Amazon
Sinopse:
"A única coisa que Larissa quer é continuar vivendo sua vida sem chamar a atenção de ninguém. Depois de seis anos fugindo, se esconder já é algo natural. Mas tudo vai por água abaixo quando ela dá de cara com um híbrido na sua casa.
 Rastrear quem matou a alma gêmea de Samuel é o tipo de coisa que pode colocar Larissa no caminho das bruxas – justamente as pessoas de quem ela se esconde. E Samuel ser o híbrido mais forte que ela já conheceu só piora a situação. Mas, querendo ou não, ela não tem a opção de voltar atrás.
Bruxas e híbridos estão em uma guerra silenciosa há séculos. Novos conflitos não são uma novidade. Porém, quando os demônios se envolvem, o preço de qualquer confronto pode se tornar alto demais.
E, presa no meio de tudo o que está acontecendo, Larissa tem três escolhas: ajudar seus inimigos, se aliar aos seus adversários ou trair quem salvou sua vida."


Olá!!
Chegou o momento de escrever sobre o AMOR DA MINHA VIDA! Hoje é dia dos Melhores Dramas de 2017! UHUUUUUUUUU!
Eu deixo bem aberto o meu amor e paixão pela cultura asiática e principalmente pelos dramas, não assisti muitos em 2017, mas os que consegui terminar ganharam um lugar especial. Também comecei vários e ainda não terminei espero que esse ano eu consiga.
Irei falar um pouco dos meus dramas favoritos e deixar o link para vocês assistirem. Então, vamos lá?


Olá! Tudo bem?
FELIZ 2018! Que esse ano seja de novos projetos e todos possam alcançar seus objetivos e sonhos.
Bom, 2017 já foi e assim nós vemos se batemos ou não a nossa meta, a minha de 2017 foi de 25 livros e consegui ler 34. Para quem pensava que não ia ler nada foi uma grande conquista.
Decidi que esse ano faria algo diferente, então dividi em categorias e transformei no 1º MSL BOOK AWARDS 2018. Então, vamos lá começar a premiação!